Não categorizado

FATOR REUMATOIDE AMARRADO PARA O LINFOMA DE SJOGREN

Fator Reumatóide Amarrado para o linfoma de Sjogren

A atividade da doença também contribuiu para o risco de câncer de sangue na síndrome de Sjogren

Pontos de ação

Recursos recém-reconhecidos associados ao desenvolvimento de linfoma entre os pacientes com Síndrome de Sjögren primária incluem fator (RF) positividade reumatóide e atividade da doença moderada ou alta, um estudo caso-controle revelou.

Em uma análise multivariada, a probabilidade de desenvolver linfoma entre os doentes de Sjogren foi triplicou entre aqueles que eram FR positivo (OR 3,04, IC 95% 1,33-6,93, P = 0,0083), de acordo com Xavier Mariette, MD, PhD, da Université Paris- Sud, e os colegas.

E, em um modelo que incluiu medições de atividade da doença de acordo com a Liga Europeia contra o Reumatismo Doença Síndrome Activity Index (EULAR) de Sjogren (ESSDAI), uma pontuação de 5 ou superior foi associado com um risco de que foi quase quatro vezes maior (OR 3,84, 95 CI% 1,98-7,43, P <0,0001), os pesquisadores relataram em linha no Arthritis & Reumatologia.

A síndrome de Sjögren é uma doença auto-imune em que a infiltração linfocítica das glândulas salivares e lacrimais leva a secura excessiva. A condição também está associada a diversas manifestações sistémicas e dos órgãos, e cerca de 5% a 10% dos pacientes, eventualmente, desenvolver linfoma.

Estudos anteriores identificaram uma série de preditores clínicos e biológicos de linfoma, incluindo persistente inchaço das glândulas salivares, linfadenopatia, esplenomegalia, crioglobulinemia, CD4 lymphopenia, e baixa complemento. No entanto, pouco se sabe sobre os efeitos da atividade da doença ou se os diferentes tratamentos utilizados para controlar o risco de influência linfoma doença.

Portanto, para explorar estas preocupações, Mariette e colegas realizaram um estudo comparando um grupo relativamente grande de pacientes com a síndrome de Sjogren, que desenvolveu linfoma e um grupo combinado, que também teve a doença auto-imune, mas não têm a doença maligna.

A partir de registros da síndrome franceses e Reino Unido Sjogren, eles identificaram 101 pacientes que desenvolveram linfoma, pelo menos, 6 meses após o diagnóstico do seu Sjogren e dois controles pareados para cada caso.

A idade média dos participantes foi de 57 anos, e 86% eram mulheres. O tempo médio após o diagnóstico da síndrome de Sjogren e desenvolvimento de linfoma foi de 6 anos.

O tipo histológico mais comum foi o linfoma de células B não-Hodgkin, em 98%, com 77% sendo linfomas de zona marginal. Do subtipo zona marginal, 59% derivadas de tecido linfóide associado à mucosa e 17% foram difuso de grandes linfomas de células-B.

Entre aqueles com linfoma de células B não Hodgkin, 82,8% atingiram remissão completa com vários tratamentos padrão. Em 62%, a remissão sustentada foi alcançado depois de um primeiro ciclo de tratamento, e em 22%, seguido remissão dois ou mais cursos de tratamento.

Durante um seguimento médio de 5,5 anos após o diagnóstico de linfoma, sete pacientes morreram, incluindo cinco cujas mortes foram atribuídas a progressão do linfoma.

Na análise univariada, os fatores clínicos que foram associados com linfoma incluído alargamento da glândula salivar, esplenomegalia, e púrpura, mas há associações foram observadas para os tratamentos da síndrome de Sjögren, como hidroxicloroquina.

Fatores biológicos que eram preditiva em análise univariada foram os típicos da estimulação antigênica crônica – anticorpos anti-SSA e anti-SSB, RF, crioglobulinemia, e baixa C4.

Entre os pacientes para os quais um título de RF estava disponível, o título médio para os casos foi 584,4 UI / mL comparado com 31,2 UI / mL para controles (P <0,0001). Além disso, cada aumento de 10 UI em título RF foi associada com um risco aumentado de 5,7% do linfoma (OR 1,057, IC de 95% 1,026-1,100).

Um efeito dose no risco de linfoma também foi visto para a atividade da doença, com um aumento de 10% para cada ponto adicional na ESSDAI (OR 1,10, IC 95% 1,05-1,15, P<0,0001).

A análise multivariada confirmou a associação com linfoma de vários outros de positividade RF fatores:

  • História do alargamento da glândula salivar: OR 3,48 (95% CI 1,50-8,07, P = 0,0037)
  • Crioglobulinemia: OR 3,68 (IC de 95% 1,38-9,83, P = 0,0093)
  • Baixa C4; OU 3,16 (IC de 95% 1,32-7,55, P = 0,0098)
  • A linfopenia: OR 5,65 (95% CI 2,46-12,99, P <0,0001)

E em um modelo multivariado que incluiu também a atividade da doença, os pacientes com as pontuações mais altas (ESSDAI ≥14) tiveram uma OR de 4,82 (IC 95% 1,94-12,01), em comparação com aqueles que tinham baixa atividade da doença (ESSDAI <5).

O risco acentuadamente elevados associados com alta atividade da doença apoia a importância do controle da doença apertado para a prevenção de linfoma em doentes com síndroma de Sjogren, porém, mais pesquisas serão necessárias para esclarecer os efeitos dos tratamentos específicos usados, de acordo com os autores.

Eles também observaram que a associação entre a positividade RF e um risco aumentado de linfoma não tinham sido previamente relatado, embora outros estudos têm mostrado uma ligação com cryoglobulinemia, um tipo frio precipitante de RF.

Se a associação com o próprio RF pode ser confirmada, seria “de grande valor translacional na prática clínica desde RF é muito mais fácil e mais barato de controlar do que cryoglobulinemia,” Mariette e seus colegas.

O estudo foi apoiado pelo Ministério francês da Saúde e do Ministério da Investigação francês.

  • Avaliado por F. Perry Wilson, MD, MSCEProfessor Auxiliar, Secção de Nefrologia, Yale School of Medicine e Dorothy Caputo, MA, BSN, RN, enfermeira Planner

ULTIMA ATUALIZAÇÃO 2015/03/12

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s