Não categorizado

Escarlatina / Sintomas e imagens

AVISO IMPORTANTE

Este Blog, não endossa quaisquer tratamentos, procedimentos, produtos ou médicos aqui referenciados. Esta informação é fornecida como um serviço educacional e não se destina a servir como orientação médica. Quem procura aconselhamento ou assistência reumatológica ou outras doenças específicas devem consultar o seu médico, ou localizar um na sua área.

ESCARLATINA | Sintomas e tratamento

escarlatina é uma doença comum em jovens causada pela bactéria streptococcus do grupo A. Essa cepa é a mesma que causa infecções como:

- Amigdalites e faringites comuns (leia: DOR DE GARGANTA – FARINGITE E AMIGDALITE).
- Erisipela (leia: ERISIPELA | CELULITE | Sintomas e tratamento).
- Impetigo (leia: IMPETIGO COMUM e IMPETIGO BOLHOSO | Sintomas e tratamento).
- Glomerulonefrite aguda (leia: O QUE É UMA GLOMERULONEFRITE?).
- Febre reumática (leia: FEBRE REUMÁTICA | Sintomas e tratamento).

Neste texto iremos descrever os sintomas e tratamentos da escarlatina.

O que é escarlatina?

A escarlatina se manifesta tipicamente com manchas vermelhas na pele, secundárias a uma resposta inflamatória às toxinas produzidas pelas bactéria streptococcus. Na maioria das vezes a escarlatina surge junto com uma amigdalite ou faringite bacteriana, mas pode acontecer também após infecções de pele por esta mesma bactéria.

A escarlatina é mais comum em crianças, principalmente entre 5 e 15 anos. A bactéria pode ser transmitida de uma pessoa para outra através da tosse, de espirros, de mãos contaminadas ou por copos e talheres. Os casos costumam ocorrer nos meses mais quentes do ano, sendo a incidência menor no inverno.

Nem todos os pacientes com faringites por streptococcus do grupo A desenvolvem escarlatina. Esta complicação ocorre em menos de 10% das faringites. Isto deve-se ao fato de que nem todas as pessoas apresentam sensibilidade às toxinas do streptococcus, por isso é perfeitamente possível haver em uma mesma casa um irmão com escarlatina e outro apenas com amigdalite.

Sintomas da escarlatina

rash cutâneo escalatinaO período de incubação é de 2 a 4 dias. O início do quadro é abrupto, com amigdalite/faringite, náuseas e vômitos, dores pelo corpo e febre acima de 38,5ºC.

12 a 24 horas após o início da febre surge o sinal característico da doença: O rash cutâneo.

O rash da escarlatina normalmente inicia-se na cabeça e desce pelo corpo, caracterizando-se por numerosas erupções avermelhadas, de 1 a 2 mm, com discreto relevo, dando a pele um tom levemente áspero. Com a disseminação o rash pode lembrar queimaduras de sol, com palidez das lesões nas regiões onde se aperta com o dedo.

Essas lesões do rash costumam se aglomerar nas áreas de dobras, como axilas, virilhas, prega do cotovelo, formando uma linha bem vermelha, chamada de linhas de Pastia

Outro achado característico é a língua em framboesa. A língua fica inchada e suas papilas muito avermelhadas. Também costuma aparecer uma palidez ao redor dos lábios.

No início do quadro pode haver uma capa branca por cima língua que desaparece com 4 dias, ficando apenas a vermelhidão intensa, como nas fotos abaixo.

Língua da escalatinaLíngua da escalatina

Após 1 semana do rash, este começa a desaparecer, ocorrendo uma descamação, principalmente nas dedos das mãos e dos pés, virilhas e axilas.

Descamação das mãos na escalatina

O diagnóstico da escarlatina é normalmente feito clinicamente. Na dúvida pode-se colher amostras da orofaringe para pesquisa do streptococcus.

Tratamento da escarlatina

A escarlatina deve ser sempre tratada com antibióticos, de preferência com derivados de penicilina caso não haja história de alergia. O tempo de tratamento é de 10 dias.

O tratamento visa impedir o aparecimento de complicações como, abscesso nas amígdalas, sepse, pneumonia, febre reumática e glomerulonefrites (lesões renais)

Para ver mais fotos de escarlatina, acesse: ESCARLATINA | FOTOS

ESCARLATINA | Imagens

Este texto contém fotos da escarlatina. As imagens abaixo mostram os 3 principais sintomas da escarlatina: rash, língua em framboesa e a descamação de mãos e pés. Se você quiser saber mais sobre a escarlatina, leia: ESCARLATINA | Sintomas, causas e tratamento

 

Leia o texto original no site MD.Saúde: ESCARLATINA | Imagens http://www.mdsaude.com/2008/08/escarlatina-fotos.html#ixzz1cwVtaxD2

 

 

About these ads
Padrão

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s