Não categorizado

SBR – Sociedade Brasileira de Reumatologia

SBR – Sociedade Brasileira de Reumatologia 

Resultados de sua pesquisa: Pesquise també nos links

Imprimir
Recomende

Orientações ao Paciente

O Pulmão e as Doenças Reumáticas

Autoria: Dr. Aquiles Camelier – Pneumologista / SP

As doenças reumáticas (ou doenças do tecido conjuntivo) são um grupo de doenças heterogêneas, cujo processo de instalação baseia-se em inflamações causadas por uma desregulação do sistema imune, responsável pelas defesas do nosso organismo.

Dentre as doenças do tecido conjuntivo estão a Artrite Reumatóide, Lupus Eritematoso Sistêmico, Esclerose Progressiva Sistêmica, Dermatopoliomiosite, Síndrome de Sjoegren e Espondilite Anquilosante, dentre outras. Estes grupos de doenças ainda não têm uma causa completamente definida pela ciência e, atualmente, acredita-se que exista um processo multifatorial, com fatores genéticos, constitucionais e ambientais envolvidos no seu desenvolvimento.

A maioria destas doenças se manifesta com sintomas clínicos de dor ou rigidez em articulação das mãos,joelhos, coluna e outras, podendo também existir nódulos subcutâneos, inflamação ocular, aumento dos linfonodos, pericardite (inflamação do coração), aumento do baço, febre e outros. Embora a Artrite Reumatóide tenha sido descrita por Landre-Beauvais em 1800 (com uma provável menção anterior por Sydenham em 1676), a associação entre essa doença e o acometimento dos pulmões foi descoberta somente em 1948 por Ellman e Ball. O aparecimento de doença pulmonar (Fibrose Pulmonar) e da Artrite Reumatóide parece ser mais comum em homens do que em mulheres (na taxa de 3 homens/1mulher), principalmente naqueles cuja doença reumática tem começo tardio.

Os sintomas existentes nos indivíduos com Fibrose Pulmonar e as Doenças Reumáticas ( em particular Artrite Reumatóide) são a falta de ar ao esforço ou em repouso, tosse seca e, menos freqüentemente, dor torácica, febre e pequenas perdas de sangue com a tosse (também chamadas hemoptises).Estes sintomas podem aparecer sozinhos ou em associação. Não se pode afirmar com precisão quando exatamente estes sintomas costumam aparecer, sendo que geralmente os sintomas articulares de mãos e pernas precedem os sintomas pulmonares, mas são descritos casos com aparecimento simultâneo da doença articular e pulmonar. Em 1/5 dos casos os sintomas pulmonares são os primeiros a aparecerem. Os sintomas pulmonares podem aparecer antes de qualquer alteração ao exame radiológico do tórax, mas também existem casos de pessoas sem sintomas respiratórios e com exames radiológicos pulmonares alterados.

Como a apresentação clínica destas doenças pode ser um tanto confusa inicialmente, o que se recomenda é que as pessoas portadoras de doenças reumáticas estejam em acompanhamento médico regular, e ao aparecimento de sintomas como a fadiga, falta de ar ao esforço ou em repouso, tosse seca ou outra mudança, notifiquem os seus médicos, e estes os encaminharão ao Pnemologista, se necessário.

Os exames habitualmente utilizados pelo Pneumologista para esclarecimento da Fibrose Pulmonar associada às doenças reumáticas são o raio X de tórax, espirometria, oximetria de pulso e/ou gasometria arterial (medida da oxigenação no sangue arterial), medida da difusão de monóxido de carbono (DLCO), tomografia computadorizada do tórax. Em alguns casos a biópsia pulmonar pode ser indicada, procedimento este que atualmente causa pouco incômodo, sendo de baixo risco, que pode ser entretanto de grande valia para aumentar o sucesso no tratamento. Também podem ser realizados testes de exercícios supervisionado com medidas de consumo de oxigênio (ergoespirometria ou testes de exercício cardiopulmonar), existentes apenas em alguns centros do Brasil.

Para o tratamento existe uma série de medicamentos disponíveis para controle da doença pulmonar, como os corticosteróides (cortisonas),a ciclofosfamida, azatioprina e metotrexate, dentre outros que devem ser administrados sempre com a supervisão do Pneumologista.

Ao lado do tratamento medicamentoso para as doenças estáveis e que ainda causarem sintomas limitantes às atividades da vida diária é recomendado o Programa de Reabilitação Pulmonar que, comprovadamente, reduz a falta de ar, aumenta a tolerância às atividades físicas e melhora a sensação de bem-estar destas pessoas. Em resumo, ninguém melhor do que o seu médico para lhe ajudar a ter uma boa saúde e uma excelente qualidade de vida!

Crédito: Dr. Aquiles Camelier – Pneumologista / SP

Última atualização (05/05/2005)

Realizar nova pesquisa:

Principais Doenças e Orientações ao Paciente

Selecione um documento:

<— SELECIONE UM DOCUMENTO —> ———————————————————— PRINCIPAIS DOENÇAS ———————————————————— Artrite Reumatóide Artrite Reumatóide Juvenil Esclerodermia Espondiloartropatias Soronegativas Exercícios e Reumatismo Febre Reumática Fibromialgia Gota Lombalgias Lúpus Eritematoso Sistêmico Manifestações reumáticas relacionadas ao Vírus da Imunodeficiência Humana (AIDS) Osteoartrite (Artrose) Polimialgias Pseudo-gota Reumatismos de partes moles (tendinites, bursites e entesites) Síndrome Anti-fosfolípide Síndrome de Sjögren Vasculites ———————————————————— ORIENTAÇÕES AO PACIENTE ———————————————————— Dermatomiosite Juvenil Dor em Membros Esclerodermia em pediatria Estilo De Vida, A Medicina Sem Remédio Febre Reumática Lúpus Eritematoso Sistêmico Juvenil (LESJ) O Pulmão e as Doenças Reumáticas Osteoporose na infância Prevenção para Osteoporose Quando você tiver um aluno com Artrite Reumatóide Juvenil

SBR – Sociedade Brasileira de Reumatologia

About these ads
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s